Principais tipos de vidros e seus acabamentos

Principais tipos de vidros e seus acabamentos

O vidro que, antigamente era pouco aplicado nas construções civis, hoje é um dos materiais mais usados em inúmeros locais. Ele oferece ao ambiente em que será instalado: mais iluminação, controle acústico, sofisticação e versatilidade.

Existem dois tipos de vidros que são bastante conhecidos, e vários modelos e formas de acabamentos. Abaixo irei citar os principais para poder te ajudar na hora de escolher o ideal para o seu espaço

VIDRO TEMPERADO

O tratamento do vidro temperado é feito termicamente e uma vez feito, não poderá ser modificado. Para esse tipo de vidro pode ser feito diversos cortes ou detalhes, mas deve ser feito antes da têmpera.

Utilizado em portas e vitrines, é entre quatro e cinco vezes mais forte que o vidro comum. Em caso de quebra, ele se estilhaça em pequenos fragmentos.

VIDRO LAMINADO

Formado por duas placas ou mais de vidro que são unidas por uma película de PVB, garante que, em caso de quebra, os cacos fiquem presos na película, evitando acidentes. A laminação da película também oferece controle acústico, o que pode ser uma ótima vantagem para quem deseja ter um pouco mais de privacidade no ambiente.

Além disso, o vidro laminado possui proteção contra luz UV, trazendo ainda mais segurança para o consumidor.

Em ambientes com circulação intensa e uso por crianças, é recomendado sempre utilizar esse tipo de vidro, para te proporcionar maior segurança em casos extremos de quebras.

Após a escolha do tipo do vidro, você poderá escolher o tipo de acabamento que deseja para o seu ambiente. Temos modelos com acabamentos no bisotado, no jateado e no canelado. Em seguida, irei explicar sobre cada um deles.

BISOTADO OU LAPIDADO

Ele é um grande aliado para qualquer tipo de decoração. O seu grande diferencial é que as bordas trabalhadas e chanfradas, proporcionando um acabamento final delicado e diferenciado. Pode ser feito a partir do comum ou temperado.

Esse tipo de acabamento é muito utilizado em tampos para mesas de jantar e espelhos decorativos.

1.jpg

Exemplos de Lapidação - Imagem: Pinterest

JATEADO

O vidro jateado é uma técnica que consiste em lançar os grãos de areia contra o vidro em alta velocidade, fazendo minúsculas lascas no vidro, tornando-o opaco. Ele pode ser feito a partir do comum ou temperado. Ele é muito utilizado em box de banheiro e em portas que fazem divisão da cozinha com a lavanderia.

2.jpg

3.jpg

Imagens: Pinterest

REFLECTA

A superfície de todos os vidros reflecta são espelhadas, refletem o ambiente conforme a incidência da luz, mas ainda tem certa transparência e permite enxergar o que tem dentro.

Mas mesmo tendo a característica refletora, esse tipo de vidro não oferece a função de espelho, pois não dá a sensação de profundidade. Por outro lado, ele agrega um aspecto mais sofisticado e acolhedor a qualquer local.

Ele está disponível em diversas cores, sendo elas: bronze, prata, champagne e fumê.

São bastante utilizados em portas de guarda-roupas, closets, cozinha, quartos e sala de estar.

4.jpg

5.jpg

Imagens: Pinterest

CANELADO

O vidro canelado é um tipo de superfície texturizada obtida a partir do processo de estiragem do vidro liso. Dessa forma, as ondulações na sua superfície promovem a privacidade no ambiente interno, sem perder luz natural, dando um toque clássico a decoração.

As ondulações desse tipo de vidro não tornam a limpeza mais difícil, na verdade, esse tipo de vidro pode ser limpado de forma simples e prática, o que é uma vantagem. Se houver a possibilidade de jogar água no vidro canelado, pode-se contar com a combinação de sabão neutro e uma vassoura de cerdas macias.

São bastante utilizados em cozinhas, lavanderias e até portas de guarda-roupas e closets.

6.jpg

7.jpg

Imagens: Pinterest

Esses são os principais tipos e os mais utilizados, a escolha de qual utilizar vai depender da proposta, do estilo e do ambiente.