Materiais básicos para construção

Materiais básicos para construção

download.jpg

https://olivre.com.br/materiais-basicos-para-construcao

Decidir construir uma casa envolve diversas etapas e diversas ações que precisam ser tomadas para que o que foi idealizado de fato possa ser implantado. Desde uma análise minuciosa do terreno – assim como a própria escolha do terreno, sondagem de solo a elaboração do projeto arquitetônico, a delimitação de orçamento e a compra dos materiais de construção.

Mas, independentemente de qual o tamanho da casa, existem alguns materiais básicos para qualquer obra – e existem também etapas fundamentais pelas quais qualquer construção irá passar.

Tudo começa pela estrutura, que é a sustentação da casa, formada pela fundação, pilares vigas e lajes. Por ser a base da casa, os materiais para esta etapa precisam ser de extrema qualidade, para que a obra não apresente nenhum risco de cair, desmoronar no futuro – e também para que, durante a própria etapa de construção, a obra não represente um perigo para os trabalhadores.

2 (4).jpg

É preciso ir atrás de blocos de concreto, areia, pedra brita, vergalhões, cimento, argamassa, areia, forma de madeira, pregos e escoras.

Após a estrutura, vem a alvenaria, um conjunto de tijolos, pedras e blocos das paredes. Ela pode ser convencional ou estrutural. A convencional tem por objetivo a vedação e é feita por meio de concreto armado. Uma vez pronta, é preciso rasgar a parede para inserir instalações hidráulicas e elétricas. Já a estrutural é a própria estrutura da obra e não precisa de armações de ferro e aço.

Cimento, graute, areia, blocos de concreto ou tijolos, vergalhões, caixas de luz, tubos de PVC, quadro de distribuição, argamassa para chapisco, emboço e reboco são alguns dos materiais a serem utilizados no processo de alvenaria.

3 (4).jpg

Para a terceira etapa, de cobertura, é preciso ter telhas, madeira, vigões, pregos, caixa d’água, calhas, rufos, caibros, manta térmica e outros materiais que ajudem na proteção e cobertura da casa.

A quarta etapa é o acabamento, que tende a ser a mais cara e a mais demorada, uma vez que engloba, entre outras coisas, o assentamento de revestimentos de pisos, paredes e forros, finalização de instalações elétricas e a pintura. Os materiais podem variar de acordo com o projeto arquitetônico, mas, em geral, é preciso: argamassa, revestimentos, pisos, azulejos, rejunte, pincéis e rolo para pintura, tinta, metais e louças sanitárias, esquadrias, janelas, portas, interruptores, mobiliário e decoração.

4 (3).jpg

Estes são os materiais básicos, mas, tudo irá variar de acordo com o que for pensado para sua casa!